terça-feira, 4 de agosto de 2020

FORMAÇÃO INTELECTUAL

INTERNAUTA,
ATUALIZE ESTA PÁGINA CLICANDO NA TECLA
LOCALIZADA NO ALTO À ESQUERDA DA BARRA DE ENDEREÇOS
OU NA TECLA F5 DO SEU COMPUTADOR.
____________________________________________________________________________



CENTENÁRIO DE CÂMARA TORRES
1917-2017
José Augusto da Câmara Torres
(* Caicó, RN, 1917 – † Niterói, RJ, 1998)
Jornalista, Educador, Advogado, Político.

________________________________________

A FORMAÇÃO DO INTELECTUAL

ESTUDIOSO, REALIZADOR E PRODUTIVO
LEITURAS E INFLUÊNCIAS
PAIXÕES E TRABALHOS





Selo para ser posto na falsa folha de rosto das obras de sua grande biblioteca,
criação de 1965 do artista J. Oliveira, visível apenas em pouquíssimos volumes,
em virtude da indisponibilidade de tempo de Câmara Torres para a tarefa,
decorrente da sua vida atribulada, de múltiplas atividades profissionais,
de chefe de família dedicado e da Política.
(Acervo Marcelo Câmara)


FORMAÇÃO:
PRIMEIROS MESTRES E INFLUÊNCIAS
NA INFÂNCIA E INÍCIO DA JUVENTUDE


ALGUNS REGISTROS


Em Caicó, RN, os primeiros valores, princípios e fundamentos éticos, morais e religiosos foram dados pelos pais. Na Escola, o Professor Coutinho, diretor do GESG e a Professora Leonor Cavalcanti, exerceram as principais influências fora do Lar, ensinando as primeiras letras, as lições básicas de todas as matérias do Ensino Elementar ou Primário e indicando as leituras fundamentais para a criança. Em Natal, RN, os ensinamentos dos Irmãos Maristas também foram básicos na Educação e Formação do jovem.

Com a mudança para o Rio de Janeiro em 1933, a Escola Salesiana, com o seu Pensamento católico, a Moral conservadora, a Filosofia, as Ciências e as Artes, regradas no Cristianismo Católico, plasmaram o caráter, desenharam as ideias, projetaram os caminhos do Jornalista e do Professor, do Ativista Católico e Líder estudantil, universitário, do futuro Técnico de Educação, Advogado e Político.

Na década de 1930, José Augusto leu toda a obra dos principais ideólogos e teóricos do Integralismo – Plínio Salgado, Miguel Reale e Gustavo Barroso. As obras dos mais importantes cronistas e viajantes europeus que estiveram no Brasil entre o Descobrimento e a Proclamação da República. Os principais historiadores brasileiros dos séculos XIX e XX, como Varnhagen, Taunay, Rocha Pombo e Pedro Calmon. Os principais filósofos gregos e latinos, os escritores clássicos latinos, prosadores e poetas italianos, franceses, alemães. Pensadores e escritores católicos No Colégio Salesiano Santa Rosa, os Padres Antônio Lages, Orlando Chaves e Emílio Miotti, o Clérigo Jaime Martins,.o Professor Francisco Portugal Neves – são as principais influências.

No universo da educação cristã e católica no lar, na escola e nas entidades culturais que integrou, e da formação nas áreas do Direito e Estudos Sociais, nas quais se bacharelou – merece destaque a sua Cultura, teórica e prática, formal em diversos cursos extracurriculares e de extensão universitária. E o aprendizado através de leituras, elaboração de trabalhos (ensaios e artigos) viagens de estudos (São Paulo, Ouro Preto e Belo Horizonte), nos campos da História, Literatura, Sociologia e Pedagogia. Em 1936, por exemplo, Câmara Torres é um dos concluintes do Curso de Sociologia do Instituto Catholico de Estudos Superiores, fundado por Alceu de Amoroso Lima, sediado no Rio de Janeiro. Na direção do Instituto estava o jurista e advogado Sobral Pinto e seu professor foi Magalhães Bastos.

LEITURAS

Alguns autores e temas
da juventude à sua morte


Num ligeiro olhar sobre a biblioteca
de Câmara Torres,
quando da sua partida,
depara-se com os seguintes temas e autores:


A Abolição da Escravatura brasileira
A Bíblia
A Casualidade/Intencionalidade do Descobrimento do Brasil
A Inconfidência Mineira
A Independência do Brasil
A Política (ciência, arte, história; temas, questões e realidades)
A Renascença
Afrânio Peixoto
Agripino Grieco
Alberto de Oliveira
Alberto Maranhão
Alberto Torres

Alberto Torres – Wikipédia, a enciclopédia livre

Alberto Torres (1865-1917)
cientista político que pensou o Brasil.
(Foto: Wikipédia - Acervo Marcelo Cãmara)

Alceu de Amoroso Lima
Alexandre Dumas
Almeida Garret
Alphonsus de Guimarães
Alphonsus de Guimarães Filho
Aluísio de Azevedo
Álvares de Azevedo
Anchieta
André de Thevet
Angiologia
Angra dos Reis
Antero de Quental
Antonil
Antônio Nobre
Antônio Parreiras
Antropologia
Anuários Geográficos do RJ e do RN
Ariano Suassuna
Arthur Ramos
As lutas pela Independência do Brasil
Atlas Históricos e Geográficos do Brasil e do Mundo
Augusto dos Anjos
Auta de Souza


A potiguar Auta de Souza (1876-1901), por Câmara Cascudo
considerada "a maior poetisa mística do Brasil".
(Foto:  apoesia do brasil. blogspot.com - Acervo Marcelo Câmara)

Balzac
Basílio de Magalhães
Baudelaire
Bocage
Cadernos da Hora Presente
Caicó, RN (a sua terra)
Câmara Cascudo
Camilo Castelo Branco
Camões


Luís Vaz de Camões: referência primacial.
(Foto:blog.estantevirutual.com.br - Acervo Marcelo Câmara)

Campanella
Capistrano de Abreu
Carlos Castelo Branco
Carlos Drummond de Andrade
Casa de Pensão
Casimiro de Abreu
Cassiano Ricardo
Castilho
Castro Alves
Castro Neri
Catolicismo (encíclicas)
Chateaubriand (François René Auguste de)
Cícero
Classicismo, Romantismo, Realismo, Simbolismo e Modernismo literários
Clóvis Beviláqua
Coelho Neto
Coleção Brasiliana (Col. Pedagógica Brasileira completa)

Templo Cultural Delfos: 2016: 80 anos na literatura

Coleção Brasiliana / Biblioteca Pedagógica Brasileira:
415 volumes sobre a vida do País,
lançada logo após a Revolução de. 1930.
(Acervo Marcelo Câmara)

Couto de Magalhães
Crítica Literária
Cultura Brasileira – temas e questões
Cultura Popular Brasileira
D. Pedro I
D. Pedro II
Dante Anighieri
Descartes
Didática Escolar nacional e estrangeira
Direito aplicado no País desde o Descobrimento
Direito Civil (Direito das Coisas – todas os temas e questões envolvendo os assuntos “Terras” e “Imóveis”;


(Acervo Marcelo Câmara)

Direito das Sucessões – Inventários complexos, pendentes por decênios e séculos, que exigiam profundo conhecimento da legislação, então vigente e passada, da História do Brasil e do Direito pátrio em geral.)

Instituições de Direito Civil - Vol. VI - Direito das Sucessões ...

   (Acervo Marcelo Câmara)

Direito Constitucional
Dom Hélder Câmara
Dostoievski
Duque de Caxias
Eça de Queiroz
Edson Carneiro
Educação pública
Enciclopédias
Estado do Rio de Janeiro
Estética
Estevão Pinto
Ética
Euclides da Cunha (vida, obra e morte)
Fagundes Varela
Farias Brito
Fernando de Azevedo

Livro: A Cultura Brasileira - Fernando de Azevedo | Estante Virtual

O sociólogo Fernando de Azevedo  (1894-1974),
autor do clássico A Cultura Brasileira,
dirigiu a Coleção Brasiliana por 25 anos.
   (Acervo Marcelo Câmara)

                                                                                                                                                                                                               
Fernando Namora
Fernando Pessoa
Fernando Sabino
Filosofia do Direito
Filosofia Grega
Flaubert
Folclore
Frei Vicente de Salvador
Gabriel Soares de Souza
Getúlio Vargas
Gilberto Amado
Gilberto Freire
Giovanni Baccaccio
Goëthe
Gonçalves Dias
Graciliano Ramos
Guerra do Paraguai
Gustavo Barroso


Gustavo Dodt Barroso (1888-1959) escreveu obras
que influenciaram na formação intelectual do jovem Câmara Torres.
(Foto: ABL - Acervo Marcelo Câmara)

Gustavo Radbruch
Hans Staden
Harold Laski
Haroldo Azevedo
História da Civilização
História do Brasil
Hitler
Humberto de Campos
Impressionismo e o Expressionismo nas Artes Plásticas
Inconfidência Mineira
Integralismo (toda a doutrina)
Jacques Maritain
Jean de Léry
Joaquim Nabuco
Jorge Amado
Jorge de Lima
José Américo de Almeida
José Bonifácio
José Cândido de Carvalho



José Cândido de Carvalho (1914-1989)
Jornalista, cronista, humorista, contista, romancista,
Membro da Academia Brasileira de Letras - ABL.
Câmara Torres era amigo, fiel leitor e foi seu "colega de redação". 
(Foto:: Prefeitura de Campos dos Goytacazes - Acervo Marcelo Câmara)

José de Alencar
José Honório Rodrigues
José Ortega y Gasset
José Saramago
José Veríssimo
Josué de Castro
Josué Montelo



Josué de Sousa Montello ( 1917-2006),
um dos romancistas prediletos de Câmara Torres.
(Foto: ABL - Acervo Marcelo Câmara)

Kant
Karl Marx
Lénin
Leonardo Mota
Lima Barreto
Língua e Linguagem
Literatura Brasileira e Portuguesa
Lopes Trovão
Machado de Assis

O lado B de Machado de Assis - Época

Machado: leitura da vida inteira, da infância à velhice.
(Foto: Juan Gutierrez / Fundação Biblioteca Nacional - Acervo Marcelo Câmara)


Mangaratiba
Manoel Antônio de Almeida
Manoel Inácio da Silva Alvarenga
Manuel Bandeira
Marília de Dirceu
Thomás Antônio Gonzaga
Mário de Andrade
Mário Quintana
Mário Sá Carneiro
Mário Souto Maior
Miguel Reale
Montesquieu
Moral
Música Clássica
Música Nordestina
Música Paraguaia
Nacionalismo
Nietshe
Nilo Peçanha
Nísia Floresta


A potiguar Nísia Floresta (Dionísia Gonçalves Pinto 1810-1885),
a primeira feminista do Brasil
(Foto: Wikipedia - Acervo Marcelo Câmara)

Niterói
Olavo Bilac
Olegário Mariano
Oliveira Viana
Padre Antônio Vieira
Padre Júlio Maria
Padre Manuel Bernardes
Papa João Paulo II
Papa João XXIII
Papa Leão XIII
Paraty


Paraty: Patrimônio Cultural da Humanidade,
"a segunda pátria de Câmara Torres".
(Foto: www.paraty.com.br - Acervo Marcelo Câmara)

Paulo Setúbal
Pedagogia nacional e estrangeira
Pedagogos da Escola Nova do Brasil

anisio teixeira

Anísio Teixeira (1900-1971) , um dos mestres
 da Escola Nova do Brasil, estudo constante do educador Câmara Torres.
(Foto: www.diarioliberdade.org - Acervo Marcelo Câmara)


Pedro Calmon
Pedro Velho
Pensadores Católicos
Pero de Magalhães Gândavo
Pizarro e Araújo
Plínio Salgado
Rachel de Queiroz
Racine
Raul Pompeia
Relatórios do Governo do Estado do RJ (de 1930 a 1998)
Relatórios do Governo do Estado do RN (de 1930 a 1940)
Relatórios do Governo Federal (1930-1998)
Revista de Estudos Brasileiros
Revista do Brasil
Rio Claro, RJ

Fotos de Rio Claro - RJ | Portal Férias

A verde e bucólica Rio Claro nunca saiu do coração de Câmara Torres.
(Foto: www.ferias.tur.br - Acervo Marcelo  Câmara)


Rio Grande do Norte
Rocha Pombo
Roger Bastide
Romantismo, Realismo e Simbolismo literários
Ronald de Carvalho
Rousseau
Rubem Braga
Rugendas
Ruy Barbosa
Samuel Costa
Santo Agostinho
Santos Dumont
São Tomás de Aquino
Shakespeare
Sílvio Júlio de Albuquerque Lima
Sociologia
Stalin
Sylvio Roméro
Tango argentino
Teoria do Direito (obras clássicas)
Thomás Antonio Gonzaga
Tiradentes
Tobias Barreto
Tolstoi
Trotsky
Varnhagen
Verlaine
Vinicius de Moraes
Viriato Corrêa
Visconde de Taunay
Vitor Hugo
Voltaire

ALGUNS INTERESSES
E PAIXÕES INTELECTUAIS 
DE CÂMARA TORRES


A Casualidade do Descobrimento do Brasil
A Inconfidência Mineira
A Independência do Brasil
A Política (ciência, arte, história; temas e realidades)
Alberto de Oliveira
Alberto Maranhão
Alberto Torres
Anchieta
Angra dos Reis
As lutas pela Independência do Brasil
Augusto Severo
Auta de Souza
Caicó, RN (a sua terra)
Câmara Cascudo



Luís da Câmara Cascudo (1898-1986), cientista, mestre, artista  e pensador. O primo genial.
(Foto: Tribuna do Norte - Acervo Marcelo Câmara)


Casimiro de Abreu
Castro Alves
Catolicismo
Chateaubriand (François René Auguste de)
Coleção Brasiliana (Col. Pedagógica Brasileira completa)
D. Pedro I
D. Pedro II
Didática Escolar
Direito aplicado no País desde o Descobrimento
Direito Civil
Direito Constitucional
Direito das Coisas
Direito das Sucessões
Dom Hélder Câmara
Duque de Caxias
Educação pública
Estado do Rio de Janeiro
Euclides da Cunha (vida, obra e morte)
Fagundes Varela


Luís Nicolau Fagundes Varela (1841-1875)
"O Poeta de Deus, do Amor e da Natureza"
Entre os poetas, uma leitura e um estudo rotineiro de Câmara Torres.
(Foto: anamargarida-memorias.blogspot.com - Acervo Marcelo Câmara) 


Folclore
Gilberto Freire
Graciliano Ramos
Guerra do Paraguai
Gustavo Barroso
História da Civilização
História do Brasil
Inconfidência Mineira
Joaquim Nabuco
José Bonifácio
José Cândido de Carvalho
José de Alencar
José Saramago
José Veríssimo
Josué MonteloLíngua e Linguagem
Literatura Brasileira e Portuguesa
Lopes Trovão
Machado de Assis
Mangaratiba
Manoel Inácio da Silva Alvarenga
Marília de Dirceu (a personagem e a obra)
Iluminismo
Nacionalismo
Nilo Peçanha
Nísia Floresta
Niterói
Oliveira Viana

Oliveira Viana – Wikipédia, a enciclopédia livre

Francisco José de Oliveira Viana (1883-1951),
uma admiração orgânica de Câmara Torres.
(Foto: wikipédia - Acervo Marcelo Câmara)

Padre Júlio Maria
Paraty
Pedagogia
Pedro Velho
Plínio Salgado
Raul Pompeia
Rio Claro, RJ
Rio Grande do Norte
Ruy Barbosa
Samuel Costa
Santos Dumont


Alberto Santos Dumont,
ídolo de Câmara Torres desde menino, herdeiro do conterrâneo Augusto Severo.
(Foto.aventurasnahistoria.uol.com.br - Acervo Marcelo Câmara)


Sociologia
Stalin
Sylvio Roméro
Thomás Antonio Gonzaga
Tiradentes
Tristão de Athayde

INFLUÊNCIAS
DA JUVENTUDE À SUA PARTIDA


A Bíblia
Alberto Maranhão
Alberto Torres (cientista político)
Alexandre Herculano
Álvares de Azevedo
Angiologia
Antero de Quental
Antônio Mendes (professor do Colégio Salesiano Santa Rosa)
Antonio Paulo Soares de Pinho (advogado, magistrado, professor e jurista)
Ariano Suassuna
Câmara Cascudo
Camões
Capistrano de Abreu
Casimiro de Abreu
Castilho
Castro Alves
Catolicismo


Basílica N. Sa. Auxiliadora, em Santa Rosa, Niterói,
templo onde Câmara Torres frequentou durante toda a vida,
dos quinze anos até a sua partida.
(Foto: tripadvisor.com.br- Acervo Marcelo Câmara)


Chateaubriand (François René Auguste de)
Chautard J. B (Abade de Sept- Fous OCR)
Clóvis Beviláqua
Coleção Brasiliana (Col. Pedagógica Brasileira completa)
Couto de Magalhães
Dom Hélder Câmara
Eça de Queiroz
Euclides da Cunha (vida, obra e morte)
Fagundes Varela
Farias Brito
Felix Kozvara (clérigo salesiano)
Fénelon
Fernando de Azevedo
Filósofos gregos
Francisco Portugal Neves (Professor do Colégio Salesiano – católico nacionalista e conselheiro)
Galdino Luiz Pinaud (advogado)
Geraldo Mantedônio Bezerra de Menezes (professor, magistrado, jurista, líder católico)
Gilberto Freire
Goëthe
Gonçalves Dias
Integralismo
Jacques Maritain
Jackson de Figueiredo
Jaime Martins (clérigo salesiano)
João XXIII
Joaquim Nabuco



Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo (1949-1910)
escritor e diplomata, político monarquista e abolicionista,
um mestre do Homem Público Câmara Torres.
(Foto: ABL - Acervo Marcelo Câmara)


José Augusto Bezerra de Medeiros
José Bonifácio
José Cândido de Carvalho
José de Alencar
José de Anchieta
José Honório Rodrigues
José Veríssimo
Josué de Castro
Josué Montelo
Lamartine
Lopes Trovão
Jacques Maritain
Liberalismo Político
Literatura Mariana
Literatura Salesiana
Machado de Assis
Miguel Reale
Nacionalismo
Nilo Peçanha
Nísia Floresta
O Selvagem (livro de Couto de Magalhães)
Olavo Bilac
Oliveira Viana
Os iluministas (Voltaire, Rousseau e Montesquieu)
Oscar Przewodowski (Professor de Direito Internacional Público na Faculdade)
Padre Antônio Lages (Salesiano – professor e orientador espiritual)
Padre Antônio Vieira
Padre Emílio Miotti (Salesiano – diretor do Colégio e conselheiro)


Padre Emílio Miotti, Diretor do Colégio Salesiano nos anos de 1930,
amigo e conselheiro de Câmara Torres por quase toda a vida.
(Acervo Marcelo Câmara)

Padre Lages

 O famoso "Padre Lages", Antônio Lages de Magalhães,
orientador religioso e mestre da Língua Portuguesa,
a maior influência religiosa e intelectual sobre o jovem José Augusto
no seu tempo de aluno salesiano no Santa Rosa.
E, também, o maior incentivador do jovem.
A imagem é de 2011, ano do seu falecimento aos 102 anos, em Lorena, SP.
(Foto: exalunosbosco.blogspot.com - Acervo Marcelo Câmara)


Papa João XXIII
Papa Leão XIII
Pedagogos da Escola Nova do Brasil
Pensadores Católicos
Pensamento Republicano
Plínio Salgado
Racine
Ramalho Ortigão
Raul Pompeia
Rocha Pombo
Ronald de Carvalho
Ruy Barbosa



Ruy Barbosa de Oliveira, o jurista e o pensador,
que iluminou sempre a vida do advogado, educador e político Câmara Torres.
(Foto: raciociniocristao.com.br - Acervo Marcelo Câmara)


Santo Agostinho
São Tomás de Aquino
Shakespeare
Sílvio Júlio de Albuquerque Lima
Stendhal
Sylvio Roméro
Thomás Antonio Gonzaga
Tobias Barreto
Trabalhismo
Tristão de Athayde



O professor Alceu de Amoroso Lima , Tristão de Athayde,
a presença humanística mais permanente na vida de Câmara Torres.
(Foto: mensagenscomamor.com - Acervo Marcelo Câmara)


Varnhagen
Verlaine
Victor Hugo
Visconde de Taunav
Voz do Oeste (livro de Gustavo Barroso)

TEMAS, QUESTÕES, PERSONAGENS E FATOS
DA HISTÓRIA E DA CULTURA
QUE FORAM SEUS OBJETOS DE ESTUDO
E/OU ELABORAÇÃO DE TRABALHOS


A Casualidade do Descobrimento do Brasil
Administração Escolar
Alberto Maranhão


Alberto Maranhão: símbolo da Política,
da Educação e da Cultura na terra potiguar. Câmara Torres
escreveu a única crônica presencial da sua morte.
(Foto: Wikipéida - Acervo Marcelo Câmara)

Alberto Torres
Alceu Amoroso Lima
Almirante Barroso
Anchieta


José de Anchieta 91534-1597), personagem místico
na vida do menino e do jovem José Augusto.
(Foto:José Rosael-Hélio Nobre-Museu Paulista da USP
 www.jovnesconetados.org.br - Acervo Marcelo  Câmara)


Angra dos Reis (História e Cultura, temas e questões)
As lutas pela Independência do Brasil
Auta de Souza
Caicó, RN (História e Cultura, temas e questões)
Câmara Cascudo
Camões
Castro Alves
Catolicismo
Classicismo, Romantismo, Realismo, Simbolismo e Modernismo literários
Crítica Literária
Cultura Brasileira (temas e questões)
D. Pedro I
D. Pedro II


Dom Pedro II: interesse e estudo sobre o Imperador desde a juventude de Câmara Torres.
(Foto: Mora. Retrato de 1876, Nova Iorque, EUA / Acervo FBN - Acervo Marcelo Câmara)

Didática Escolar
Direito aplicado no País desde o Descobrimento
Direito Civil
Direito Constitucional
Direito das Coisas (Terras)
Direito das Sucessões
Duque de Caxias

Marechal Luiz Alves de Lima e Silva | Military, Armed forces, History

Luiz Alves de Lima e Silva (1803-1880), o Duque de Caxias,
tema de muitos trabalhos de Câmara Torres.
(Foto br.pintrest.com - Acervo Marcelo Câmara)

Educação Pública
Estado do Rio de Janeiro
Euclides da Cunha (vida, obra e morte)
Fagundes Varela
Folclore Brasileiro
Gilberto Freire
Guerra do Paraguai
Gonçalves Dias
História da Civilização
História do Brasil
Inconfidência Mineira
Independência do Brasil
Integralismo
Joaquim Nabuco
José Américo de Almeida
José Bonifácio



Câmara Torres e José Bonifácio: identidade brasílica e política.
(Foto: www.josebonifacio.sp.gov.br - Acervo Marcelo Câmara)


José de Alencar
Língua e Linguagem
Literatura Brasileira e Portuguesa
Lopes Trovão

José Lopes da Silva Trovão – Wikipédia, a enciclopédia livre

Caricatura de José LOPES da Silva TROVÃO, feita pelo artista português Bordalo,
entre os anos de 1875 e 1879. O guerrilheiro da República com "o dedo que espetava o céu",
imagem que Câmara Torres, na sua conferência de vanguarda em 1947,
repetiu, na descrição física que Dayl de Almeida fez do ilustre angrense
cinco anos antes no mesmo salão nobre da Câmara Municipal de Angra dos Reis.
(Foto: Wilipédia - Acervo Marcelo Câmara)


Machado de Assis
Mangaratiba (História e Cultura, temas e questões)
Marília de Dirceu (a personagem e a obra)

Capa

Marília de Dirceu, personagem e musa literária
e histórica de Câmara Torres.
(Foto: www.culturagenial.com - Acervo Marcelo Câmara)


Miguel Reale
Nilo Peçanha
Nísia Floresta
Niterói (História e Cultura, temas e questões)
Olavo Bilac



Olavo Bilac
Câmara Torres muito conhecia a poética bilaquiana.
(Foto: ABL - Acervo Marcelo Câmara)

Oliveira Viana
Padre Antônio Vieira
Padre Júlio Maria
Papa Leão XIII
Paraty (História e Cultura, temas e questões)
Pedagogia
Pedagogos da Escola Nova do Brasil
Pedro Velho
Pensadores Católicos
Pizarro e Araújo
Plínio Salgado
Raul Pompeia





Raul Pompeia, "o maior escritor brasileiro
ao lado de Machado de Assis e Euclides da Cunha", segundo José Saramago.
O gênio angrense protagonizou vários trabalhos de Câmara Torres.
 ( Impressão original de A. Krüger & Cia.,publicado na quarta capa
 da Revista da Exposição Anthropologica Brasileira,Rio de Janeiro, RJ, 29.7.1882,
Typographia de Pinheiro & C. - exemplar único, propriedade do Acervo Marcelo Câmara)


Rio Claro, RJ (História e Cultura, temas e questões)
Rio Grande do Norte (História e Cultura, temas e questões)
Romantismo, Realismo e Simbolismo, Modernismo literários
Ruy Barbosa
Samuel Costa
Santos Dumont
Sylvio Roméro


Sylvio Roméro (1851-1914)
Desenho de J. Durão in Silvio Romero, juiz,
obra que Câmara Torres prefaciou. 
(Acervo Marcelo Câmara.)

Thomás Antonio Gonzaga
Tiradentes
Tobias Barreto
Vitor Hugo

Nenhum comentário:

Postar um comentário