terça-feira, 4 de agosto de 2020

ENTIDADES, TÍTULOS, HONRARIAS E HOMENAGENS EM VIDA

INTERNAUTA,
ATUALIZE ESTA PÁGINA CLICANDO NA TECLA
LOCALIZADA NO ALTO À ESQUERDA DA BARRA DE ENDEREÇOS
OU NA TECLA F5 DO SEU COMPUTADOR.
____________________________________________________________________________



CENTENÁRIO DE CÂMARA TORRES
1917 - 2017
José Augusto da Câmara Torres
(* Caicó, RN, 1917 – † Niterói, RJ, 2017)
Jornalista, Educador, Advogado, Político

________________________________________


ENTIDADES A QUE PERTENCEU, TÍTULOS, 
HONRARIAS E OUTRAS 
HOMENAGENS EM VIDA




TÍTULOS E HONRARIAS

ALGUNS REGISTROS

FORMAÇÃO

  • Diploma de Bacharel em Ciências e Letras do Colégio Salesiano Santa Rosa, Niterói, 15.12.1936, assinado por Gustavo Barroso.
  • Diploma de Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais da Faculdade de Direito de Niterói (atual Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense). Colação de Grau em 20.12.1943.
  • Diploma do Curso de Sociologia do Instituto Católico de Estudos Superiores, concluído em 1936. (Instituição fundada pelo Prof. Alceu de Amoroso Lima o Tristão de Athayde, sob a direção de Sobral Pinto  e Curso ministrado pelo Prof. Magalhães Bastos.)


TRABALHO PROFISSSIONAL


  • Professor
  • Jornalista Profissional
  • Técnico de Educação / Consultor Técnico de Educação do Estado do Rio de Janeiro
  • Inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil - OAB-RJ em 1944 (Inscrição Definitiva e Provisionado desde 1942), e na Ordem dos Advogados do Distrito Federal - OAB-DF (Cidade do Rio de Janeiro), a partir de 1948, advogando, ininterruptamente, por 56 anos. Na década de 1980, presidiu a 21ª Seção da OAB-RJ de Angra dos Reis por dois mandatos e criou a Delegacia, hoje, Seção, de Paraty.

CIDADANIA HONORÁRIA


  • Cidadão do (eterno) Estado do Rio de Janeiro, a Velha Província Fluminense.
  • Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, nascido após a fusão entre o (eterno) Estado do Rio de Janeiro e o fugaz Estado da Guanabara.
  • Cidadão Angrense, Título concedido pela Câmara Municipal de Angra dos Reis.
  • "Cidadão de Parati", RJ, Título concedido pela Câmara Municipal de Paraty, 22.6.1960. (O primeiro a receber o Título na História do Município).
  • Cidadão Rio-Clarense, RJ, concedido pela Câmara Municipal de Rio Claro.
  • Cidadão Honorário de Mangaratiba, RJ, Título concedido pela Câmara Municipal de Mangaratiba.
  • Cidadão Bibarrense, concedido pela Câmara Municipal de Duas Barras, RJ.

ENTIDADES CULTURAIS, PROFISSIONAIS, FILANTRÓPICAS,
RELIGIOSAS, SOCIAIS E ESPORTIVAS ÀS QUAIS PERTENCEU


  • Membro Efetivo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte – IHGRN, Natal.


Prédio do IHGRN no Largo Vicente de Lemos, no Bairro Cidade Alta, em Natal.
Fundado em 29 de março de 1902, é a mais antiga e importante instituição cultural
da terra de Augusto Severo, Alberto Maranhão e Câmara Cascudo.
(Foto: http://ihgrn.blogspot.com.br – Acervo Marcelo Câmara)

  • Membro da Academia Valenciana de Letras, ocupante da Cadeira 27, patronímica de Lopes Trovão. Posse em 19 de junho de 1965.
  • Sócio Correspondente do Ateneu Angrense de Letras e Artes, Angra dos Reis, RJ.
  • Fundador e Presidente da Academia São Francisco de Sales, Niterói, de 1934 a 1941.
  • Fundador do Instituto Histórico e Artístico de Paraty.
  • Sócio Benemérito da Sociedade Musical Oito de Dezembro, de Duas Barras, RJ.
  • Fundador da Associação do Técnicos de Educação e Inspetores de Ensino do Estado do Rio e Membro do seu primeiro Conselho Deliberativo.
  • Título de Sócio Benemérito da Casa do Educador Fluminense, concedido pelo Sindicato dos Professores de Niterói e São Gonçalo, Niterói, RJ, 1960.
  • Sócio Benemérito do Sindicato dos Professores de Niterói e São Gonçalo, 1962.
  • Membro da Associação dos Cooperadores  Salesianos durante toda a vida.
  • Membro da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia - Hospital e Maternidade Codrato de Vilhena, de Angra dos Reis, RJ, seu procurador durante décadas.
  • Fundador e Presidente, durante quatorze anos sucessivos, da Associação de Caridade São Vicente de Paulo, Angra dos Reis, RJ, de 1949 a.1958, que construiu e inaugurou em 1957, o Asilo São Vicente de Paula, existente na mesma cidade.
  • Membro da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia, Hospital e Maternidade São Pedro de Alcântara, de Paraty, RJ, a partir de 1949, e seu procurador durante décadas (atual Hospital Municipal São Pedro de Alcântara), de Paraty, RJ.
  • Fundador (1933) e Membro da Diretoria da Congregação Mariana N. Sa. Auxiliadora e Dom Bosco do Colégio Salesiano Santa Rosa, Niterói.
  • Presidente da Junta Paroquial de Ação Católica em Angra dos Reis (1944-1950)
  • Irmão da Irmandade da Misericórdia de Angra dos Reis.
  • Irmão da Irmandade do Santíssimo Sacramento, de Angra dos Reis, RJ, desde o início dos anos de 1940.
  • Irmão da Irmandade do Glorioso São Benedito, da Igreja do Convento de São Bernardino da Cidade de Angra dos Reis.
  • Sócio Benemérito da Associação Rural de Angra dos Reis.
  • Sócio Benemérito do Iate Clube de Angra dos Reis.
  • Sócio Benemérito do Clube Lítero-Esportivo Fagundes Varela, Rio Claro, RJ.
  • Sócio Benemérito do Clube Fazenda da Grama, Rio Claro, RJ.
  • Sócio Benemérito do Iate Club Aquidabã, Angra dos Reis, RJ.
  • Sócio do Paratiense Atlético Clube - PAC.
  • Um dos fundadores do Trevo Club Paraty.
  • Sócio Benemérito do Bangu Futebol Clube, de Niterói, RJ.
  • Sócio Benemérito do Círculo dos Investigadores da Polícia Fluminense.

HONRARIAS E OUTRAS HOMENAGENS EM VIDA


  • Medalha do Cinquentenário da Proclamação da República, concedida pelo Presidente Getúlio Vargas, por méritos de seus estudos, artigos e discursos sobre o regime implantado em 1889.
  • Medalha Silvio Romero, recebida em 1951, comemorativa do centenário do grande pensador, em decorrência de conferência, ensaios e artigos sobre o filósofo,jurista, sociólogo, cientista político, crítico literário e folclorista..
  • Medalha Tiradentes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.
  • Medalha do Mérito Lopes Trovão, da Câmara Municipal de Angra dos Reis.
  • Medalha do Mérito Cultural Brasil dos Reis, da Câmara Municipal de Angra dos Reis.
  • Medalha do Mérito Fagundes Varela, do Município de Rio Claro;
  • Grão Mestre da Ordem do Mérito Araribóia, do Município de Niterói.
  • Medalha do Mérito José Clemente Pereira, concedida pela Câmara Municipal de Niterói,
  • em 6.2.1985.
  • Colar de Cunhãbebe, do Ateneu Angrense de Letras e Artes.
  • Placa de Bronze pelos relevantes serviços prestados ao Clube Fazenda da Grama, Rio Claro, RJ.
  • Medalha Comemorativa do V Congresso das Assembleias Legislativas, Recife, PE, 1968.
  • Medalha Comemorativa da Elevação de Angra dos Reis à Cidade, 1835 – 1985, pela Lei Regencial nº 6, de 8.3.1835.
  • “Amigo de Miracema”, RJ, Diploma concedido pelo Grupo Escolar Capitão João Bueno, “escolhido por suas crianças como merecedor do Título”.
  • “Personalidade do Ano”do Centenário de Caicó, RN (1868-1968), pelos relevantes serviços prestados à Coletividade Caicoense na instituição do Brasão e Bandeira do Município.
  • “Amigo do Samba”, do Grêmio Recreativo e Escola de Samba Caçadores da Vila, Niterói, RJ.
  • Diploma de Gratidão do Esporte Clube Saudade, de Nova Friburgo, RJ.
  • Em setembro de 1958, o poeta campista Antonio Silva escreveu e publicou em vários jornais do Estado do Rio de Janeiro, o soneto Deputado Câmara Torres, em gratidão e homenagem ao Parlamentar, que “me livrou de sentir frio e fome”, disse o vate no último verso.
  • Nos anos 1950, uma Sala de Aulas do Grupo Escolar Fagundes Varela, na sede do Município de Rio Claro, recebeu o seu nome de Câmara Torres.
  • Na década de 1960, o Deputado Câmara Torres deu o seu nome à escola da Praia de Itapinhoacanga (atual Porto Galo), em Angra dos Reis, passou a denominar Escola Municipal Deputado Câmara Torres.
  • Nos anos 1960, a Escola da Fazenda Santana, na zona rural de Rio Claro, passou a se chamar Escola Municipal Câmara Torres.
  • Em 1965,o Maestro Sebastião José dos Santos, da Sociedade Musical Oito de Dezembro, de Duas Barras, RJ, compôs, editou, registrou e divulgou o Dobrado Câmara Torres, executado , pela primeira vez pela Banda da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em evento festivo na cidade de Angra dos Reis.
  • Em 1965, no Dia da Pátria, em Paraty, os alunos das primeiras séries do Grupo Escolar Samuel Costa, formaram a Bandinha Rítmica Câmara Torres, e desfilaram, pela primeira vez, pelo Centro Histórico da cidade, uma homenagem ao educador e político, que tudo fez pelo Ensino Público no Município. 


A Bandinha passa pela Praça Monsenhor Hélio Pires, em frente à Matriz.

(Acervo Marcelo Câmara)

  • Em agosto de 1968, a edição da Revista Gaivota, de São Gonçalo, publicou o soneto Dr. José Augusto da Câmara Torres, de Antônio de Siqueira, Procurador do Estado e Presidente da Academia Valenciana de Letras, homenagem ao “eminente Homem Público”.
  • Homenagem ao Doutor Câmara Torres concedendo-lhe um Troféu de Honra ao Mérito do Bangu Futebol Clube, de Niterói, em 1971. Câmara Torres muito incentivou e ajudou a agremiação a desenvolver a vida social e esportiva no Bairro de Tenente Jardim. O "Tricolor da Zona Norte", de cores grená, verde e branco,  como era conhecido, fundado em 1925, tinha a sua sede na Rua Doutor March, e e foi Campeão Niteroiense de Futebol em 1966. 


Dirigentes e jogadores do Bangu, de Niterói, homenagearam Câmara Torres.

 (Acervo Marcelo Câmara)

  • A 5 de dezembro de 1971, foi homenageado, como Sócio Benemérito, nas festividades do Jubileu de Outro da Sociedade Musical 8 de Dezembro, em Sessão Solene de entidade, realizada no Salão Nobre da Câmara Municipal de Duas Barras, RJ.
  • Em 1973, recebeu homenagem de lideranças políticas e comunitárias de Duas Barras, RJ, após o grave acidente que sofreu na Rodovia RJ-16, Angra dos Reis-Getulândia, ocorrido no ano anterior.


Doze anos antes, a 5.8.1961, o Deputado Câmara Torres, de terno escuro,
já recebia homenagens de Duas Barras, RJ, com um almoço,
pelos serviços prestados ao Município.
Na foto, o Parlamentar está entre o Prefeito Vitorino Araújo, à esq.,
e o Vereador Eufrânio Freitas, à direita.

(Acervo Marcelo Câmara)

  • Na década de 1970, foi homenageado com um panegírico, poema de louvor e mérito, de autoria do Historiador, Jornalista e Poeta Alípio Mendes, publicado na Revista do Ateneu Angrense de Letras e Artes.
  • Em 1981, recebeu o título de “O Advogado do Ano”, Diploma de Honra ao Mérito, eleito e conferido pelos seus colegas da Subseção da OAB-RJ de Angra dos Reis.
  • Em 1992, o Doutor Câmara Torres foi alvo de grande homenagem de centenas de professores, trabalhadores da Educação, líderes comunitários e políticos de Angra dos Reis e Região do Extremo Sul Fluminense, que lhe ofereceram um almoço festivo no Grupo Escolar Lopes Trovão. Uma grande festa reuniu mais de mil pessoas. Na oportunidade, recebeu um troféu com o seu busto em bronze.
  • A 10 de novembro de 1997, em Mangaratiba, RJ, o Colégio Estadual Coronel Moreira da Silva, da cidade de Mangaratiba, no ano do seu Jubileu de Ouro, homenageou o  Doutor Câmara Torres. A escola está “presente no Município desde 1915”. Pela criação e construção da unidade e “pelo trabalho na Educação do nosso Município”, Câmara Torres recebeu uma Placa de Bronze e um Diploma pelo “empenho e carinho na construção deste prédio”. Esta foi a última homenagem recebida em vida pelo Educador e Político.
________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário